Quer saber mais sobre o Cabelo Afro? Aqui você vai aprender boas práticas para que os seus fios (naturais ou não) cresçam saudáveis, fortes e bonitos.

Dicas e cuidados com o seu cabelo quimicamente tratado

0 49

Os fios afros e crespos exigem muitos cuidados – aliás, já falei isso por aqui inúmeras vezes. E quando os cabelos são quimicamente tratados, os cuidados precisam ser ainda maiores já que toda e qualquer mudança na estrutura do fio pode causar inúmeros danos à saúde dele. Resumindo: seja ele tingido, com escova progressiva, relaxado ou alisado, o cabelo quimicamente tratado precisa de muita atenção para se manter inteiro!

Aprendendo a cuidar do seu cabelo quimicamente tratado

Aqui vai um segredinho: os seus hábitos diários são o que garantem a saúde (ou não) dos seus fios. É por isso que boas atitudes vão garantir que os seus cabelos (afros, crespos, tingidos, alisados e etc) fiquem intactos e sobrevivam aos processos químicos.

Para te ajudar na jornada por um cabelo mais saudável, separei as minhas melhores dicas. Dá uma olhada:

1 – Co-lavagem

Eu insisto que você não deve tirar o shampoo do seu cronograma capilar, mas a co-lavagem pode ser uma importante alternativa para manter o fio hidratado. Você pode intercalar a lavagem com shampoo e a co-lavagem. Entre as vantagens do procedimento, ela te ajuda a ficar distante dos shampoos, prevenindo o ressecamento excessivo dos fios.

2 – Hidrate o cabelo regularmente

Essa é uma das coisas mais importantes para manter fios saudáveis, e ainda assim muita gente negligencia. Sabe aqueles potões de creme que a gente encontra em farmácias e supermercados e que são indicados para que possamos ficar por cerca de 15 minutos no cabelo, antes de enxaguar? Compre um daqueles e hidrate o cabelo uma vez por semana, ou a cada 15 dias.

3 – Sele a hidratação

Especialmente para nós que temos cabelo afro dos tipos mais fechados (4c, 4b, 4a), a oleosidade natural produzida por nosso couro cabeludo naturalmente pode não ser suficiente para alcançar as pontas dos fios. Então, mantenha sempre por perto um óleo natural para cabelo e sempre que possível, sele as pontas após uma lavagem.

4 – Sempre que possível, opte por produtos naturais

Nas farmácias ou lojas especializadas em cosméticos, existem várias marcas de produtos para o cabelo com composição quasel 100% natural. Se possível, escolha esses produtos. É importante evitar qualquer exposição ndesnecessárias a muitos produtos químicos – já que seu cabelo já é tratado assim.

5 – Acerte na escolha do shampoo

Algumas marcas têm opções de shampoo especiais para quem tem cabelo quimicamente tratado. É interessante procurar estes produtos, mas é preciso também considerar  necessidade do seu tipo de fio. É que às vezes um shampoo hidratante, à base de vitaminas e óleos essenciais, já é suficiente para restauras o seu cabelo e prevenir grandes danos.

6 – Cuidado no uso de secadores e chapinhas

Eu sei que existem um zilhão de penteados lindos que a gente só consegue montar quando usa secador, chapinha, ou baby liss. Mas para todos esses casos, aqui vai um alerta: o calor desses modeladores também danifica o cabelo. Então, o seu cabelo estará passando por mais um potencializador de danos (além do produto químico). Use modeladores de calor somente quando realmente for necessário.

Pausa para uma dica: vale ler também 10 dicas para um cabelo relaxado e saudável

6 – Use penteados de proteção

Um coque, uma trança, ou qualquer outro penteado que vai te ajudar a deixar os fios em paz por um tempo pode prevenir danos por excesso de manipulação dos fios. Eu realmente acredito que penteados de proteção são importantes e acho que vocês devem dar uma chance a eles!

7 – Evite o “super processamento”

Em uma definição mais simplificado, o super processamento é quando você faz um procedimento químico em uma parte do cabelo que já recebeu química anteriormente. Por exemplo, quando você faz a raiz de uma tintura e passa o produto na parte que já recebeu cor anteriormente. Isso não é bom, definitivamente. Tome cuidado para ter certeza que o produto químico só será aplicado na raiz do fio, ou seja, no cabelo que cresceu.

8 – Só faça procedimentos químicos com profissionais credenciados

Não! Nada de fazer besteira em casa. Procure um profissional de confiança para a aplicação.

9 – Evite pentear excessivamente, especialmente quando o cabelo estiver molhado!

Escolha pentes ou escovas que combinem com o seu tipo de fio e tome cuidado no manuseio do cabelo durante o desembaraçamento.

10 – Estimule a circulação do couro cabeludo com massagens

A massagem do couro cabeludo traz duas vantagens: você vai aliviar as tensões do corpo e também aumentar a circulação no couro cabeludo, por conta dos seus folículos pilosos. Aliás, você pode até tentar o método de inversão.

11 – Coma alimentos saudáveis

Essa é uma dica que eu não me canso de dar porque sempre noto a diferença nos períodos em que dou uma relaxada na alimentação: sempre quando passo muito tempo me alimentando mal e pulando refeições por conta da correria do dia-a-dia, meu cabelo acaba pagando. Frutas, vegetais, alimentos naturais são importantes e uma dieta saudável faz bem para todo corpo, até para o seu cabelo!

12 – Considere voltar para o seu tipo natural

É possível ter um cabelo quimicamente tratado bem saudável, mas nada substitui um cabelo natural e livre de químicas. Seja da pintura, alisamento ou relaxamento, você pode considerar retirar esses procedimentos do seu cabelo e voltar ao que ele é naturalmente. Você também pode criar intervalos maiores entre um tratamento e outro, dependendo do caso.

Gente, é isso. Espero que curtam as dicas. O que acharam? Tem mais alguma para compartilhar? Vem aqui para os comentários me contar!

Leave A Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.