Quer saber mais sobre o Cabelo Afro? Aqui você vai aprender boas práticas para que os seus fios (naturais ou não) cresçam saudáveis, fortes e bonitos.

Qual é a diferença entre alisamento e relaxamento capilar?

0 23

O dilema que envolve o uso de produtos químicos no cabelo é um daqueles assuntos que sempre vão gerar discussões. Afinal, vale à pena transformar o cabelo com tratamentos químicos? Qual é a diferença entre alisamento e relaxamento capilar? Qual dos dois é menos agressivo, e qual vai chegar no resultado que você espera?

Para responder essas perguntas, eu resolvi trazer esse post. Hoje vou levantar as diferenças entre os dois tratamentos capilares, e quais são as vantagens e desvantagens de cada método.

O que é Relaxamento Capilar e o que é Alisamento Capilar ?

Um relaxamento capilar é um tratamento químico criado para alterar permanentemente a textura de um fio de cabelo natural para que ele tenha um aspecto liso ou ondulado. É por isso que depois de um relaxamento, você pode conservar algumas ondas do cabelo, já que a mudança não costuma ser tão brusca.

Os relaxantes podem ser Lye-Based ou No-Lye. O lye-based tem em seu princípio ativo o ingrediente hidróxido de sódio. Este tipo de relaxamento tende a ter altos níveis de pH, e apesar de mudar a estrutura do cabelo de forma mais rápida, também tem chances maiores de irritar o couro cabeludo.

Leia também: O que é relaxamento capilar?

Já um relaxante no-lye contem hidróxido de potássio ou hidróxido de cálcio. Esse tipo contém produtos químicos menos agressivos, mas o poder de mudança de extrutura do fio não é tão potente e forte como Relaxantes Lye-based.

O alisamento capilar é um tratamento químico que reestrutura os componentes do fio. Durante o processo, as ligações do cabelo são quebradas e reorganizadas com a aplicação de calor. Depois, as novas ligações são seladas no novo formato com a adição de novos químicos.

Leia também: Alisamento de Cabelo: tudo o que você precisa saber

Cada tipo de alisamento é diferente, e não existe um que se adeque a todos os cabelos, já que cada um tem sua própria composição. Antes de optar por um ou por outro, é importante visitar um profissional da beleza para entender como é o seu cabelo em termos de padrão de cachos, elasticidade, textura e etc, e saber se ele está saudável o suficiente para receber o processo químico.

Qual é a diferença entre alisamento e relaxamento?

O alisamento deixa os fios bem lisos e chapados, e é ideal para quem realmente deseja uma mudança definitiva no cabelo já que não haverá a opção de voltar ao cachos sem ter que passar pela transição e o big chop. Já o relaxamento não muda a estrutura dos fios, deixando eles apenas menos volumosos e mais disciplinados. Isso quer dizer que se você quer manter ondas nos fios, pode fazer o procedimento para obter o resultado.

Qual dos dois é o mais indicado?

Depende do resultado que você deseja e da condição de saúde do seu cabelo.  Por isso, sempre indico que antes de fazer qualquer procedimento químico, é interessante procurar um especialista em cabelo experiente e qualificado para que ele analise os seus fios e o que eles precisam. Depois disso, ele poderá indicar o mais indicado ao seu caso.

E o que são escovas progressivas?

A “escova progressiva” é um processo químico que envolve a saturação do fio do cabelo em uma solução de formaldeído. Depois da aplicação, o cabelo é secado e modelado no formato liso com o uso de chapinhas. Assim, não há a alteração da estrutura do fio, mas sim a selagem no formato liso.

Para quem não sabe, o formaldeído é uma solução gasosa de fórmula molecular H₂CO e nome oficial metanal. Quando ela está sua forma aquosa, diluída a 45%, ela se chama formol ou formalina. Sim, as escovas progressivas são feitas à base de formol. Acontece que o ingrediente é colocado na proporção 0,2%, aceita pela Anvisa.

Ainda assim, o formaldeído é um químico tóxico e deve ser manipulado por um expert. Se não manuseado corretamente, pode gerar irritação na pele e olhos. Em longo prazo, o manuseio excessivo pode ser considerado cancerígeno.

Para não te assustar, vale lembrar que quando manuseado corretamente, o tratamento é bastante seguro e eficaz, e oferece resultados bastante promissores. Por isso, vale lembrar a dica que eu sempre dou: só faça o procedimento em um lugar que você conhece.

Como escolher o procedimento de alisamento ou relaxamento?

Alguns pontos podem te ajudar a escolher o salão e o procedimento correto ao seu caso:

  1. Saiba mais sobre o salão: Use a internet para pesquisar o histórico dos profissionais que farão o seu alisamento ou relaxamento. É importante garantir que ele também tenha conhecimentos em química para que a mistura correta de produtos seja usada.
  2.  Conheça seu tipo de cabelo: Existem diferentes tipos de tratamento para diferentes tipos de cabelo. Você deve ter certeza do seu antes de embarcar em um alisamento ou relaxamento.
  3. Tenha cuidado com ofertas muito baratas: Se você receber uma oferta muito abaixo da que é cobrado no mercado, desconfie! O produto químico usado pode ser de baixa qualidade.
  4. Conheça os produtos: pergunte ao seu cabeleireiro sobre as marcas que estão sendo usadas para o tratamento. Assim, no caso de uma mudança de salão, você poderá passar corretamente o histórico dos seus tratamentos.
  5. Considere os seus tratamentos antigos: Fez uma tintura? Tem um alisamento anterior? Toma algum remédio para o cabelo? Saiba que discutir o seu histórico capilar é essencial, pois se seu cabelo já foi submetido a algum tratamento no passado, é preciso entender se o novo tratamento é compatível ou não.

Ficou com alguma dúvida? Já escolheu qual tratamento vai fazer? Conta nos comentários!

Leave A Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.